EntretenimentoOPINIÃO

Escolha Perfeita 3 alia espírito Glee ao fechamento de um ciclo

Terceira parte da aventura musical traz muita música, ação e comédia no que deve ser o final das Bellas

O mundo seguiu adiante. Superado o colegial e a faculdade, as Barden Bellas agora tem que enfrentar a vida real. Contas, empregos, romances frustrados, maternidade indesejada e a consequência de suas escolhas dão o tom do início da terceira e provavelmente última aventura do feminino grupo de canto que trouxe muita música e diversão nos outros filmes. O que tinha tudo para ser uma despedida melancólica se transforma em uma última e grande turnê pela Europa, com a chance de abrir para um renomado DJ, mas como sempre competindo com outros grupos.

 

Se o tom positivo foi trocado por uma pegada mais realista, a música não ficou para trás, com novas bandas trazendo diferentes e interessantes atuações musicais, além das clássicas interprtações e jams das Bellas. E como na vida real, nem sempre os concorrentes jogam pelas regras: agora são elas e suas vozes contra instrumentos musicais e bandas profissionais. Como de costume, Becca (Anna Kendrick) segue sendo o talento, com a sempre hilariante Rebel Wilson (Fat Amy) dando o tom cômico constrangedor que ela faz tão bem, com uma participação discreta mas divertida do grande ator John Litgow.

 

Não se trata de um grande filme, aliás nenhum da série chegou nesse patamar, mas é um longa de público cativo, alguns órfãos de Glee e outros que simplesmente gostam de um bom filme do tipo sessão da tarde, o que não tem nada de errado, até porque às vezes tudo que se quer ver é algo que não precise de grandes análises nem demande atenção initerrupta e possa só deixar um sorriso no rosto, como uma boa música interpretada pelas Bellas.  

Leia Também

Tags

Related Articles

error: Conteúdo Protegido!
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker