ReligiãoVIDA E ESTILO

Líder religioso revela porque denominações são contra os ‘desigrejados’

Muitos fiéis que deixam os templos não estão sendo considerados parte da igreja, como corpo de Cristo.

Um pastor chamado Karl, colunista no site Christianity Today, relatou que muitas igrejas tem passado por problemas financeiros por causa da diminuição de dízimos e ofertas. Ele relata que para manter uma denominação é preciso arrecadar dinheiro para pagar o salário do líder, aluguel e demais despesas. Se há poucos membros e poucas ofertas as igrejas passam por dificuldades sendo obrigadas a fechar. Ele vê a solução para isso formar igrejas domésticas, assim as pessoas se reúnem em casas, não há custos, nem mesmo com pastores, pois geralmente eles não são remunerados.

 

Esse é o grande problema, por não serem remunerados muitos líderes não se dispõe a fazer cultos domésticos. Normalmente as igrejas domésticas não são financiadas e nem apoiadas por denominações, pois são pequenas, gerando pouco ou nenhum retorno financeiro. Quando elas crescem o movimento natural é se dividirem em mais casas, em pequenos grupos que continuam a ter poucas ou nenhumas ofertas. Em outras palavras as igrejas domésticas não são rentáveis.

 

Outra questão é que por serem independentes as denominações não tem como controlar o que é pregado, assim muitos passam a resgatar práticas antigas descritas na bíblia como ajudar o próximo e ter mais tolerância com os que não professam a mesma fé. O mesmo acontece com grupos que deixam totalmente as crenças do cristianismo, mas se mobilizam para serem pessoas melhores sem pressão de igrejas ou líderes. Por isso, se torna muito difícil controlar e até arrecadar dinheiro dessas pessoas. Assim, não são grupos valorizados pelos líderes religiosos por não possuírem um perfil de pessoas que irão contribuir financeiramente com denominações religiosas.

 

O pastor ainda diz embora muitas pessoas e líderes sejam contra a igreja doméstica ela é bíblica e que a formação de prédios religiosos como os templos surgiram posteriormente sendo uma necessidade imposta pela Igreja Católica e que a igreja evangélica adotou. Por isso, é tão comum ver nos evangelhos e epístolas as reuniões feitas em casas e até nas ruas.

Leia Também

Tags

Related Articles

error: Conteúdo Protegido!
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker